Leto Saraiva

Cerca de 30 agricultores da comunidade de Córrego, no município de Apodi (RN), participam entre os dias 19 e 22 de maio de um treinamento em extração de sucos de frutas e derivados realizado pela Unidade Móvel da Embrapa Agroindústria Tropical. Participam da capacitação membros da Associação dos Miniprodutores de Córrego e Sítios Reunidos (AMPC) e alunos do curso técnico em Cooperativismo da Escola Agrícola de Jundiaí (UFRN).
A AMPC é ganhadora do Prêmio Santander da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) com o projeto "Uso da tecnologia da extração a vapor para produção de sucos das frutas". A iniciativa é coordenada pelo professor Vinícius Claudino. O objetivo da ação é discutir alternativas de renda por meio do aproveitamento das frutas na comunidade.
O cultivo do cajueiro representa uma das principais atividades de exploração agrícola, sendo responsável pela ocupação de mão-de-obra, geração de empregos e receitas para o município. Há na região aproximadamente 300 produtores de castanha de caju que cultivam 2.800 hectares. Além do pedúnculo do caju, as outras frutas da região como a cajarana, a acerola e a manga são subaproveitadas. Os frutos são os principais alvos da capacitação.
A parceria das instituições locais com a Embrapa é um estímulo à realização do projeto de aproveitamento das frutas, bem como uma oportunidade de melhoria de renda para os agricultores.

Com informações de Caubi Torres, blogueiro e participante da Oficina de Comunicação do Alto Oeste Potiguar promovida pela Embrapa Agroindústria Tropical.