A Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza-CE) participa da 6ª edição do Caju Nordeste, seminário anual de cajucultura que será realizado no município de Beberibe (CE), entre 18 e 21 de novembro de 2009. A Unidade apresentará, durante o evento, a maquete eletrônica do processamento da castanha de caju e a máquina decorticadora da castanha de caju.
A maquete eletrônica é uma forma dinâmica de mostrar como são desenvolvidas as atividades no interior de uma minifábrica de processamento da castanha de caju. Por meio do aparelho, é possível acompanhar o passo-a-passo da produção, das etapas iniciais de limpeza e secagem à seleção, classificação e embalagem das amêndoas.
O protótipo do decorticador de amêndoa de caju (DAS-2C), por sua vez, é uma máquina desenvolvida pela Embrapa Agroindústria Tropical, Embrapa Instrumentação Agropecuária (São Carlos-SP) e a Empresa Gil Equipamentos Industriais. O projeto contou com recursos do Banco do Nordeste (BNB). O equipamento é capaz de abrir 60 amêndoas por minuto, aumentando a qualidade do produto e gerando maior produtividade.
O pesquisador Levi de Moura Barros, da Embrapa Agroindústria Tropical, será agraciado este ano com o prêmio Caju de Ouro, na categoria pesquisador/técnico. A premiação é destinada a personalidades e instituições de destaque na área da cajucultura. O Caju de Ouro será entregue na solenidade de abertura do evento, no próximo dia 18, quarta-feira, às 18h30min, no Tetatro Municipal Raimundo Fagner, em Beberibe.
O Caju Nordeste tem como tema central este ano “Arranjos Produtivos Locais e o Desenvolvimento Territorial”. Segundo a organização, a programação é formada por apresentações, exposições e debates sobre políticas governamentais, novas tecnologias e ações de desenvolvimento direcionadas para o fortalecimento da cadeia produtiva da cajucultura.